Dynamic Variation:
Book
Choose Language
Search & Book
Search
or search all of Norway
Store Skagastølstind, Årdal Store Skagastølstind, Årdal Store Skagastølstind, Årdal
Store Skagastølstind, Årdal Store Skagastølstind, Årdal
Credits
Store Skagastølstind, Årdal.
Photo: Håvard Myklebust / visitnorway.com
Campaign
Partner
Media
Meetings
Travel Trade
Ad

A Noruega é um lugar incrível para explorar, com paisagens, montanhas, vales e fiordes selvagens lendários. Mas, antes de se aventurar, conheça as nove regras simples do código norueguês de conduta nas montanhas. Elas podem ajudar você a se manter em segurança.

#1
Planeje sua viagem e informe outras pessoas
sobre a rota que você escolheu.
  • Planeje sua viagem com base na capacidade física do seu grupo e sempre planeje rotas alternativas.
  • Obtenha informações atualizadas sobre a região e as condições climáticas. Escute os conselhos de montanhistas experientes sempre que possível.
  • Lembre-se de reunir conhecimento e habilidades técnicas suficientes para terminar a viagem.
  • Respeite a natureza. Planeje-se e não deixe lixo no caminho.
  • Marque pontos de encontro durante a viagem. Escolha lugares que não exijam cobertura celular nem a marcação de um horário específico.
  • O seu planejamento foi suficiente para garantir uma viagem agradável, apesar de qualquer problema?
#2
Adapte as rotas planejadas de acordo com
a sua capacidade e as condições da região.
  • Acesse sempre os sites com informações sobre as condições da região e adapte seus planos com base nelas.
  • Respeite o clima.
  • Viajar com outras pessoas é mais seguro e significa que você terá alguém para compartilhar suas experiências. Se estiver viajando sozinho, vá com cuidado.
  • Não comece uma trilha longa sem experiência suficiente. Você tem que saber cuidar de si mesmo e das outras pessoas do seu grupo.
  • Não atrapalhe os outros trilheiros. Lembre-se de ler sobre os direitos de acesso e as exigências feitas.
  • Garanta que seu grupo mantenha uma linha de comunicação direta aberta o tempo todo.
  • Você vai conseguir terminar a viagem sob essas condições e com este grupo?
#3
Cuidado com o tempo e com
os avisos de avalanches.
  • Sempre confira a previsão do tempo e os avisos de avalanche para saber que impacto eles terão na região. Siga os conselhos dos montanhistas mais experientes e escolha uma trilha mais fácil quando as condições climáticas forem perigosas demais.
  • Confira as condições da área nos sites yr.no, storm.no e yarsom.no.
  • Monitore as mudanças de tempo e a possibilidade de avalanche durante a viagem. Lembre-se de que seus planos podem ter que ser adaptados.
#4
Esteja preparado para enfrentar tempo
ruim e gelo, mesmo em trilhas curtas.
  • Vista-se de maneira apropriada para o clima e para o terreno.
  • Lembre que o tempo muda rapidamente nas montanhas. Leve uma muda extra de roupas e o equipamento que a trilha e o terreno exigem.
  • Comida e bebida extras podem ajudar a salvar vidas, caso a trilha leve mais tempo que o planejado ou você tenha que esperar por ajuda.
  • O seu grupo está equipado para lidar com uma mudança repentina no tempo?
#5
Leve o equipamento necessário para que você
possa ajudar a si mesmo e aos outros.
  • No inverno, você vai precisar de um abrigo de emergência, um colchão inflável, um saco de dormir e uma pá para passar a noite ao ar livre, caso precise. Um abrigo de emergência pode salvar vidas.
  • Use um casaco de alta visibilidade ou uma lanterna de cabeça. Isso fará com que seja mais fácil encontrar você, caso necessário.
  • Leve um kit de primeiros socorros para poder socorrer a si mesmo e a outras pessoas.
  • Sempre use um rádio e tenha uma sonda de avalanche e uma pá caso esteja viajando por uma região de avalanches.
  • Leve coisas úteis. Você pode encontrar listas de itens essenciais para as diferentes trilhas em ut.no.
  • Celulares podem ser uma ferramenta útil, mas lembre que eles não funcionam em todas as situações e áreas.
  • Caso um acidente aconteça, avise a polícia através do número 112, vá buscar ajuda ou tente avisar alguém de outra maneira.
  • Você consegue cuidar de si mesmo e ajudar outras pessoas?
#6
Escolha rotas seguras.
Reconheça áreas de avalanche e gelo fino.
  • Evite áreas de avalanche e planeje bem sua rota.
  • Lembre que avalanches costumam acontecer em declives com mais de 30 graus de inclinação.
  • Você pode causar uma avalanche ou ser atingido por uma em um declive menos íngreme e até em um lugar plano.
  • Para não correr perigo, fique longe das regiões propensas a avalanches. Isso significa ficar a uma distância três vezes maior que a altura da montanha ou do declive que está acima de você. Em outras palavras, caso uma avalanche possa partir de um ponto a cem metros acima de você, você deve ficar a trezentos metros de distância horizontal dele.
  • Para evitar armadilhas, fique longe de desfiladeiros. Lembre-se do que pode acontecer em caso de avalanche.
  • Lembre que uma plataforma de gelo pode quebrar quando andamos na beira de um desfiladeiro.
  • Cuidado com as condições do gelo quando caminhar por lagos e rios usados para a produção de energia hidroelétrica. A espessura da camada de gelo pode ser extremamente fina.
  • Será que uma avalanche pode acontecer na região que planejo visitar? Que consequências isso terá?
#7
Use um mapa e uma bússola.
Sempre saiba onde você está.
  • Um mapa e uma bússola são equipamentos básicos e essenciais, que sempre funcionam.
  • Preste atenção no mapa mesmo quando fizer uma trilha demarcada.
  • Saber onde você está no mapa torna sua experiência melhor na trilha.
  • Um GPS e outros aparelhos eletrônicos são úteis, mas lembre-se de levar baterias  extras.
  • Você sabe onde está?
#8
Não tenha vergonha de voltar.
  • Sempre avalie sua rota. Caso as condições se tornem difíceis, escolha a melhor alternativa antes de você e os membros do seu grupo ficarem exaustos.
  • As circunstâncias mudaram? Será que vocês deveriam voltar?
  • Alguém do seu grupo está tendo problemas para terminar a trilha? Será que o grupo deveria voltar?
  • Aproveite a trilha em si e lembre que haverá outras oportunidades caso ela seja pesada demais hoje.
#9
Conserve sua energia e procure
abrigo caso necessário.
  • Ajuste a velocidade de subida à do membro mais fraco do grupo e confira se todos podem acompanhar.
  • Lembre-se de comer e beber com frequência. Quando você faz exercícios, o corpo precisa de mais fluidos do que você pode achar necessário.
  • Não espere até estar exausto para procurar abrigo. Rajadas fortes de vento podem deixá-lo cansado rapidamente.
  • Use o abrigo de emergência ou cave um iglu antes que seja tarde demais.
  • Você consegue voltar à base? Sabe onde fica o abrigo mais próximo?

Sobre o código de conduta nas montanhas

O código foi criado depois de uma série de acidentes e mortes durante a Páscoa de 1950. Depois de outra Páscoa desastrosa em 1967, a Associação de Montanhistas da Noruega e a Cruz Vermelha lançaram a campanha “Seja bem-vindo às montanhas, mas seja responsável”. Depois, o código de conduta nas montanhas se tornou parte da herança cultural norueguesa.

Muita coisa mudou desde os anos 1950. Hoje fazemos trilhas diferentes com outro tipo de equipamento e o conhecimento da população aumentou. Por causa disso, a Cruz Vermelha e a Associação de Montanhistas da Noruega revisaram o código.

O código de conduta nas montanhas atualizado pode ser usado em todas as estações e é um bom guia para o planejamento e a realização de trilhas curtas e longas.

O bom senso nas montanhas não tem apenas a ver com o que devemos ou não fazer. Tem a ver com estabelecermos uma relação consciente com a natureza, com as escolhas que fazemos e com nossas ações.  É por isso que o código é organizado como um ciclo de aprendizado: do planejamento ao encontro com o grupo e à pesquisa sobre as condições da região. Depois, você pode adaptar seus planos com base na sua experiência na trilha. A reflexão é o mais importante.

Your Recently Viewed Pages
Ad
Ad
Ad