Dynamic Variation:
Offers
x

There was not an exact match for the language you toggled to. You have been redirected to the nearest matching page within this section.

Choose Language
Toggling to another language will take you to the matching page or nearest matching page within that selection.
Search & Book Sponsored Links
Search
or search all of Norway
Oslo, great food even in the winter
Oslo, great food even in the winter.
Photo: VisitOSLO

muteplay/pauseplay/pause
Campaign
Course
Event
Partner
Media
Meetings
Travel Trade
Ad

O peruano Daniel saboreia Oslo

Todo o grupo do #visitoslo2018 pôde comer e beber nos melhores bares e restaurantes da capital norueguesa. O peruano Daniel Campos Sanchéz revela os detalhes nos pratos e copos.

Novos sabores que ele não sabia que apreciava

Daniel, qual é a força da culinária de Oslo?
“A cena culinária de Oslo, apesar de muito nova, é muito dinâmica e variada e a cidade está rapidamente se tornando um destino gastronômico. Realmente podemos encontrar ótimas opções baratas aqui. Eu recomendo o Le Benjamin para pratos franceses clássicos com ingredientes noruegueses incríveis, o Oslo Raw para uma comida vegana maravilhosa, o Territoriet Vinbar para os melhores vinhos da cidade, complementados por queijos e embutidos, o Talor & Jørgen para os melhores donuts que já comi, o Itamae Shusi Bar, no Kamai, para uma comida japonesa incrível, e o Himkok Bar para terminar a noite. E isso são só alguns dos lugares, porque não consegui visitar muitos outros sobre os quais só ouvi coisas boas”.

As culinárias do Peru e da Noruega têm alguma coisa em comum?
“Têm. Não em termos de sabor, mas de filosofia. Produtos incrivelmente frescos e ingredientes combinados de maneira simples, que refletem a natureza e as pessoas. Eu chamaria as duas de ‘comida para a alma’”.

Por que você acha que Oslo se tornou um destino para apaixonados por café e baristas?
“Primeiro, acredito que Oslo levou certo tempo para entrar no mundo do café, mas agora que ela está nele, está compensando o tempo perdido. E, pelo que eu soube, Tim Wendelboe foi um dos gurus que mudou o jogo. Acho que o clima norueguês nos força, no bom sentido da palavra, a tomar bebidas quentes e o café especial de Oslo é realmente delicioso”.

“Oslo está rapidamente se tornando um destino gastronômico”.

Você é sempre positivo assim ou é um pouco chato às vezes?
“Bom, eu sempre tento experimentar um ingrediente de que não gosto quando ele é preparado por um grande chef. Por exemplo, eu odeio ostras, mas o chef Vladimir, do Itamae, abriu nossa refeição com um prato de ostras e estava delicioso”.

Então os frutos do mar são o sabor que vai fazer você se lembrar de Oslo?
“Bom, na verdade, vivi algumas experiências gastronômicas. No restaurante Frognerseteren, em Holmenkollen, nós comemos um mingau tradicional norueguês, feito de sour cream, açúcar e canela, que era muito bom. Muito pesado, mas incrível. E nós visitamos uma padaria local e comemos pão fresco com manteiga. Por mais que pareça simples, eu adorei!”

Oslo
Oslo.
Photo: VisitOSLO

Quando a refeição termina e você sai para passear, o que Oslo tem de diferente das outras capitais?
“É uma cidade muito segura e, com todos prédios chiques que estão sendo construídos e a proximidade da água e da floresta, é um lugar singular. Também testemunhei uma interação social entre imigrantes e noruegueses e gostei muito disso. Não senti nenhum racismo e, para mim, isso é incomparável”.

Você tem algum conselho para quem visita Oslo?
“Tenho. Relaxe e não faça planos muito rígidos. A magia de Oslo está na possibilidade de descobri-la sozinho, em fazer o que quiser, de acordo com o que lhe interessa. Converse com os moradores, faça amizade e descubra os locais favoritos deles. Essas dicas vão ajudar você a aproveitar ao máximo”.

Para saber mais sobre Daniel, siga-o nas redes sociais
Instagram
Facebook

Leia mais sobre a aventura deles em Oslo

Your Recently Viewed Pages

Voltar ao topo da página

Ad
Ad
Ad