Dynamic Variation:
Offers
x

There was not an exact match for the language you toggled to. You have been redirected to the nearest matching page within this section.

Choose Language
Toggling to another language will take you to the matching page or nearest matching page within that selection.
Search & Book Sponsored Links
Search
or search all of Norway
A person watching the midnight sun at Senja in Northern Norway
Sommarøy.
Photo: David Gonzalez

O sol da meia-noite

muteplay/pauseplay/pause
Campaign
Course
Event
Partner
Media
Meetings
Travel Trade

É como se um pôr e um nascer do sol prolongados acontecessem ao mesmo tempo: este fenômeno natural colore o céu e a Terra de uma luz amarelo-avermelhada. Bem-vindo à terra do sol da meia-noite.

É tentador imaginar todas as cenas e experiências que aconteceram sob o brilho do sol da meia-noite ao longo da História - sobretudo com pessoas que viveram ou vivem do mar, nos arquipélagos de Lofoten e Vesterålen, ou com os pastores de renas no Extremo Norte.

O fenômeno certamente exerceu uma enorme influência no trabalho de muitos artistas e escritores noruegueses. Ele é bem descrito neste trecho da obra Pan de Knut Hamsuns (1894): "Chegado o momento de anoitecer, o sol ensaiou um breve mergulho no mar para logo ascender novamente, recomposto, depois de beber daquela água. Eu me sentia mais estranho naquelas noites do que qualquer pessoa pode imaginar..."

A person watching the midnight sun at Senja in Northern Norway
Midnight sun at Senja in Northern Norway.
Photo: Tobias Bjorkli

Viaje para a região da Noruega acima do Círculo Polar Ártico e viva momentos especiais. Observar baleias ou explorar a natureza selvagem à noite é totalmente diferente nos meses de verão, quando literalmente podemos ver as paisagens e os animais sob uma luz especial.

Caso não tenha medo das noites mais frias da região norte, você pode encarar um mergulho noturno ou acampar em meio à natureza. Muitas atrações ficam abertas durante a noite nessas semanas de dias sem fim, por isso você pode jogar golfe, fazer um passeio de bicicleta, de barco ou caiaque, além de encontrar um lugar tranquilo para fisgar um peixe.

Se você tiver como destino as ilhas árticas de Svalbard, verá que o Sol não se põe na região entre abril e final de agosto. No arquipélago, você poderá fazer uma caminhada noturna numa geleira (com um guia, claro) ou admirar o céu avermelhado durante um passeio de trenó puxado por cães, aproveitando o clima e a natureza singulares da região do Polo Norte.

Onde encontrar o sol da meia noite

76 dias de sol da meia-noite entre maio e julho convidam o viajante a conhecer o norte da Noruega. Quanto mais ao norte você estiver, mais oportunidades de observar o sol da meia-noite você terá.

Nos meses de verão, os dias chegam a ter 24 horas de luz do Sol acima do Círculo Polar Ártico, o que permite aproveitar as paisagens ao máximo e fazer novas descobertas. Ao planejar sua aventura sob o sol da meia-noite, considere que a região norte da Noruega pode ser dividida em seis áreas principais:

Helgeland

A parte sul é conhecida como Helgeland e fica um pouco abaixo do Círculo Polar Ártico. Toda a área é uma joia conhecida por poucos. Siga a Rota Costeira Kystriksveien, considerada uma das estradas mais bonitas do mundo, até praias secretas de areia branca, pequenas cidades como Brønnøysund and Mosjøen e trilhas maravilhosas por cordilheiras como as de De syv søstre e Okstindan. Leve sua bicicleta pelas balsas locais e visite as pequenas ilhas como Træna, Lovund e Myken – sem precisar dirigir.

Bodø and Salten

A Rota Costeira continua e atravessa o Círculo Polar Ártico até a região de Salten, seguindo até Bodø. A cidade não só é um grande ponto de partida para outros destinos, mas também um lugar interessante para ser explorado. Confira os museus, maravilhe-se com o maelstrom mais forte do mundo, o Saltstraumen, viaje no tempo com o mercado portuário mais bem preservado da Noruega, em Kjerringøy, e faça trilhas pela cordilheira de Børvasstindan. Depois, você pode pegar um barco para explorar as ilhas mágicas de Salten, como Steigen, Hamarøy, Støtt, Bolga e Rødøy. Uma visita à geleira de Svartisen, ao sul de Bodø, também é essencial.

Lofoten and Vesterålen

Caso decida continuar viajando para o noroeste pelo mar, você vai chegar às ilhas de Lofoten e Vesterålen – áreas de beleza natural impressionante, caracterizada pelos picos rochosos dramáticos que se erguem do mar e das planícies costeiras onde carneiros pastam. A paisagem também é marcada por lindas praias brancas e vilarejos pesqueiros pitorescos. Viva a cultura viking no Museu Viking de Lofotr, faça um passeio de um dia pelo extremamente estreito Trollfjord (e aproveite para ver as águias-pesqueiras no caminho) e comece um safári de observação de baleias em Andenes.

Troms

A agitada cidade de Tromsø, no condado de Troms, costuma ser chamada de ”Paris do Norte” e tem um mês inteiro em que o sol não se põe. Mas viver o sol da meia-noite pode ser ainda melhor nas dramáticas ilhas de Senja, Ringvassøya e Kvaløya. E por que não viajar para a pequena Sommarøy, onde os moradores criam uma “área livre do tempo” durante o verão (já que o sol não se põe em momento nenhum, as pessoas não seguem o relógio)? Na verdade, isso se aplica para todo o norte da Noruega no verão. A região alpina do Lyngenfjord, próxima de Tromsø, é um paraíso para caminhadas, pesca e bicicletas no meio da noite iluminada.

Finnmark

É o local mais ao norte da Noruega continental. Os caçadores do sol da meia-noite costumam ir até o Cabo Norte, o ponto mais setentrional a que você pode chegar de carro na Europa. Mas o condado de Finnmark, o reino do caranguejo-real, é uma área enorme repleta de natureza intocada. Por toda a costa, é possível explorar geleiras, fiordes e grandes ilhas como Sørøya e Seiland. No lado leste, a região de Varanger é conhecida por ótimas possibilidades de observar pássaros. No interior, é possível viajar pelo Finnmarksvidda, o maior planalto da Noruega, habitado por mais renas do que pessoas. Ele também é o berço da cultura sami, especialmente visível em Karasjok e Kautokeino.

Svalbard

Bem no meio do caminho entre a Noruega continental e o Polo Norte, você vai encontrar o arquipélago de Svalbard, lar dos ursos polares. Nele, Podemos realmente falar sobre um dia sem fim: o sol percorre o céu em círculos quase uniformes todo o verão. Da cidade moderna de Longyearbyen,, que oferece uma grande variedade de atividades culturais, restaurantes e bares, você pode se aventurar na natureza (sempre com um guia armado) e explorar a natureza, a rica vida selvagem e as antigas cidades mineradoras das ilhas árticas.

Quando ver o sol da meia-noite

Círculo Polar Ártico: 12 junho – 1 julho

Bodø: 4 junho – 8 julho

Lofoten: 28 maio – 14 julho

Harstad: 25 maio – 18 julho

Vesterålen (Andenes): 22 maio – 21 julho

Tromsø: 20 maio – 22 julho

Vardø: 17 maio – 26 julho

Hammerfest: 16 maio – 27 julho

Cabo Norte: 14 maio – 29 julho

Svalbard: 20 abril – 22 agosto

Três dicas para fotografar o sol da meia-noite

O brilho dourado é o que permanece na memória da maioria das pessoas que acompanham o fenômeno do sol da meia-noite. Ele tende a acentuar as cores e alongar as sombras, o que cria muitas oportunidades de tirar fotografias dramáticas e expressivas.

Dica 1: Como as cores são ainda mais vívidas sob o sol da meia-noite, manter a simplicidade das imagens pode ser uma boa ideia. Concentre-se em duas ou, no máximo, três cores de maneira a evitar que a imagem fica confusa para o espectador.

Dica 2: Imagens no primeiro plano podem ser usadas para emoldurar objetos nos planos médio e de fundo, ajudando a criar uma imagem mais tridimensional.

Dica 3: Para maximizar o impacto do céu iluminado em uma paisagem, enquadre-a de modo que o horizonte fique a um terço da altura da foto. Isso certamente ajudará sua câmera a realizar uma exposição apropriada.

O que é o sol da meia-noite?

O sol da meia-noite é um fenômeno natural que ocorre durante o verão em áreas ao sul do Círculo Polar Antártico e ao norte do Círculo Polar Ártico, inclusive no norte da Noruega.

A Terra gira em um eixo inclinado em relação ao Sol e, durante os meses de verão, o Polo Norte fica voltado para nossa estrela. É por isso que, durante várias semanas, o Sol nunca se põe acima do Círculo Polar Ártico.

Na Noruega, Svalbard é o local onde o fenômeno do sol da meia-noite acontece por mais tempo. O Sol não se põe nessa região entre os dias 20 de abril e 22 de agosto.

Atividades durante  o sol da meia-noite

Encontre inspiração

Fotos dos visitantes

Conheça nossos patrocinadores

Confira a lista de empresas que trabalham para deixar você satisfeito durante toda a sua viagem.

Comece a planejar agora

Muitas atividades no norte da Noruega são melhores quando realizadas à luz do dia. Felizmente, nessa época, os dias de verão nunca acabam.

×
Your Recently Viewed Pages

Voltar ao topo da página