Dynamic Variation:
Offers
Choose Language
Search & Book Sponsored Links
Search
or search all of Norway

O sol da meia-noite

O dia que não tem fim
Uma combinação paradisíaca, improvável, porém real entre o brilho de um pôr do sol prolongado e do nascer do sol, o sol da meia-noite confere tons e luzes avermelhadas aos contornos da paisagem que o acolhe.
Lighthouse at Slettnes in the midnight sun Lighthouse at Slettnes in the midnight sun
Slettnes, Nordkyn.
Photo: Christoffer Robin Jensen

É tentador imaginar todas as cenas e experiências que aconteceram sob o brilho do sol da meia-noite ao longo da História - sobretudo com pessoas que viveram ou vivem do mar, nos arquipélagos de Lofoten e Vesterålen, ou com os pastores de renas no Extremo Norte.

O fenômeno certamente exerceu uma enorme influência no trabalho de muitos artistas e escritores noruegueses. Ele é bem descrito neste trecho da obra "Pan" de Knut Hamsuns (1894): "Chegado o momento de anoitecer, o sol ensaiou um breve mergulho no mar para logo ascender novamente, recomposto, depois de beber daquela água. Eu me sentia mais estranho naquelas noites do que qualquer pessoa pode imaginar..."

Lofoten Lofoten
Lofoten.
Photo: Jørn Allan Pedersen / Visitnorway.com

Viaje para a região da Noruega acima do Círculo Polar Ártico e viva momentos especiais. Observar baleias ou explorar a natureza selvagem à noite é totalmente diferente nos meses de verão, quando literalmente podemos ver as paisagens e os animais sob uma luz especial.

Caso não tenha medo das noites mais frias da região norte, você pode encarar um mergulho noturno ou acampar e ficar acordado junto com o Sol. Muitas atrações ficam abertas durante a noite nessas semanas, ppor isso você pode jogar golfe, fazer um passeio de bicicleta, de barco ou caiaque, além de encontrar um lugar tranquilo para fisgar um peixe – tudo isso à meia-noite.

Se você tiver como destino as ilhas árticas de Svalbard, verá que o Sol não se põe na região entre abril e final de agosto. Em Svalbard, você poderá fazer uma caminhada noturna numa geleira ou admirar o céu avermelhado durante um passeio de trenó puxado por cães, aproveitando o clima e a natureza singulares da região do  Polo Norte.

Ad

Onde encontrar o sol da meia noite

76 dias de sol da meia-noite entre maio e julho convidam o viajante a conhecer o norte da Noruega. Quanto mais ao norte você estiver, mais oportunidades de observar o sol da meia-noite você terá.

Nos meses de verão, os dias chegam a ter 24 horas de luz do Sol acima do Círculo Polar Ártico, o que permite aproveitar as paisagens ao máximo e fazer novas descobertas.

Ao planejar sua aventura sob o sol da meia-noite, considere que a região norte do Noruega pode ser dividida em cinco áreas principais:

Área 1:
A parte Sul é conhecida como Helgeland e se encontra, em sua maior parte, abaixo do Círculo Polar Ártico. É também uma área de densas florestas. A região é repleta de ilhas e rochedos, alguns com montanhas imponentes, como a cordilheira de Okstindan, próxima a Mo i Rana, que inclui o monte Oksskolten, de 1.915 metros.

Área 2:
A região de Salten.  abriga muitos grandes picos, como o monte Børvasstindan, ao Sul de Bodø, e o monte Suliskongen, próximo a Fauske, que com 1.907 metros é a montanha mais alta ao norte do Círculo Polar Ártico, além do Steigartindan e do Hamarøytinden.

Área 3:
Avançando mais em direção ao norte, chegamos a Lofoten, uma região de beleza natural impactante, caracterizada por picos rochosos e áreas costeiras planas onde as ovelhas pastam no solo alimentado por algas. As ilhas de Vesteralen são o lugar ideal para observar o sol da meia-noite, já que a paisagem é muito diversa e envolvente.

Área 4:
A quarta região é o condado de Troms onde florestas de pinheiros e coníferas encontram rios e fiordes se fundem às terras altas que circundam os rios Målselva e Reisaelva. Grandes ilhas como a Kvaløya e a Ringvassøya também são encontradas aqui. As montanhas mais altas da região compõem os Alpes de Lyngen (1.833 metros), que contêm duas das mais emblemáticas cascatas da Noruega. A mais alta, com 269 metros, é a cachoeira de Mollisfossen. A segunda é a famosa Målselvfossen, popularmente conhecida como a "cachoeira nacional da Noruega".

Área 5:
Esta região faz parte do condado de Finnmark (a Lapônia Norueguesa). A área é marcada pelo contraste dos fiordes e geleiras no extremo sudoeste e por grandes ilhas como Sørøya e Seiland na costa noroeste. Aos mais ávidos caçadores do sol da meia-noite, recomenda-se uma visita ao fantástico Cabo Norte.

The North Cape The North Cape
The North Cape.
Photo: Dagny Margrete Øren / nordnorge.com

3 dicas para fotografar o fenômeno

O brilho dourado é o que permanece na memória da maioria das pessoas que acompanham o fenômeno do sol da meia-noite. Ele tende a acentuar as cores e alongar as sombras, o que cria muitas oportunidades de tirar fotografias dramáticas e expressivas.

Dica 1: Como as cores são ainda mais vívidas sob o sol da meia-noite, manter a simplicidade das imagens pode ser uma boa ideia. Concentre-se em duas ou, no máximo, três cores de maneira a evitar que a imagem fica confusa para o espectador.

Dica 2: Imagens no primeiro plano podem ser usadas para emoldurar objetos nos planos médio e de fundo, ajudando a criar uma imagem mais tridimensional.

Dica 3: Para maximizar o impacto do céu iluminado em uma paisagem, enquadre-a de modo que o horizonte fique a um terço da altura da foto. Isso certamente ajudará sua câmera a realizar uma exposição apropriada.

Suas fotos

Conheça nossos patrocinadores

Comece a planejar agora

Muitas atividades no norte da Noruega são melhores quando realizadas à luz do dia. Felizmente, nessa época, os dias de verão nunca acabam.

×
Your Recently Viewed Pages

Voltar ao topo da página

Ad
Ad
Ad