Dynamic Variation:
Offers
x

There was not an exact match for the language you toggled to. You have been redirected to the nearest matching page within this section.

Choose Language
Toggling to another language will take you to the matching page or nearest matching page within that selection.
Search & Book Sponsored Links
Search
or search all of Norway
Designer Kristine Five Melvær standing in front of her own designer lamps called Spring
Kristine Five Melvær.
Photo: Erik Five Gunnerud / Norwegian Design Council
Campaign
Course
Event
Partner
Media
Meetings
Travel Trade

Novos designers noruegueses promissores estão ganhando força e ícones clássicos estão sendo redescobertos. Iluminação, roupas impermeáveis ou de lã e passaportes estão entre os designs noruegueses que estão chamando a atenção do mundo.

"Estilo escandinavo". Não é preciso ser um especialista em forma e função nem assinar revistas de design para ter ouvido essa expressão antes.

O design escandinavo ganhou projeção a partir da década de 1950, quando os designers da Noruega e países vizinhos viajavam pelo mundo com seus produtos, caracterizados pela funcionalidade e pelo minimalismo.

Os noruegueses talvez não tenham alcançado o mesmo sucesso dos vizinhos dinamarqueses e suecos na promoção de seus ícones do design da era pós-Segunda Guerra Mundial. Porém, esse fato pode ter sido uma vantagem: a nova geração de designers consegue se expressar com maior simplicidade, sem a necessidade de corresponder às expectativas de um legado.

Muitos já alcançaram fama internacional e trabalham com múltiplos formatos. No entanto, uma prática comum entre eles é a vontade de experimentar e correr riscos.

Quando a natureza se combina ao minimalismo

Hoje, muitos designers noruegueses trabalham com o mercado internacional em mente, inspirados por tendências globais. Por esta razão é difícil definir um design único norueguês, mesmo quando algumas características são comuns, como a inspiração na natureza, que se reflete nas formas, as linhas graciosas e a proeminência das luzes.

A natureza na Noruega, o clima e o estilo de vida também são elementos presentes no trabalho de muitos designers. Não é coincidência que algumas das marcas de roupa mais famosas tenham dado ênfase a roupas impermeáveis, aquecidas e blusas de lã. As roupas são produzidas para pessoas comuns com uma boa noção de estilo. Raramente o trabalho de designers noruegueses revela roupas mais ousadas e sensuais. Eles trabalharam muito mais com iluminação e abajures - o que faz sentido quando levamos em conta a realidade dos invernos longos e escuros do país.

A Noruega também se destaca pelo setor público forte. Muitos dos trabalhos mais aclamados nos últimos anos foram concebidos por agências governamentais. As novas notas da coroa norueguesa, criadas pela agência Snøhetta e The Metric System, foram consideradas um clássico instantâneo, assim como o novo desenho do passaporte norueguês, com cores vivas e referências simples às paisagens naturais da Noruega.

O jornal The Guardian falou sobre o tema: "O passaporte é um símbolo da identidade nacional e o novo documento de viagem norueguês definitivamente consolidou a reputação do país como terra da beleza pura e minimalista”.

“O design norueguês torna a vida melhor”

O norueguês Andreas Engesvik acredita que a poesia melhora o design. Ele é um designer famoso em todo o mundo e cria projetos de móveis, talheres e outros produtos industriais para várias marcas, como Iittala, Muuto, Fontana Arte, Ligne Roset e Asplund. Seu estúdio fica no centro de Oslo.

Andreas Engesvik
Andreas Engesvik.
Photo: Siren Lauvdal

O que torna o design norueguês singular?
“Acho que o design norueguês é, de certa forma, livre e mais poético do que o escandinavo. Além disso, ele sem dúvida se baseia na forte tradição do design escandinavo, que se tornou mais relevante do que nunca.”

Como o design norueguês se encaixa no mundo?
“Nós vivemos numa época de mudanças rápidas, que alegremente nos força a pensar em coisas novas. Soluções de design do nosso país são ótimas resolver desafios. Também acredito que Oslo é um bom lugar para a inovação e o design.”

Qual é a principal força por trás do design norueguês?
“Acho que o design aqui vem de um tipo mais saudável de consumo. É uma tendência que vai ser dominante no futuro próximo.”

Como podemos notar essa mudança?
“Para mim, o melhor indicador dessa tendência no design norueguês é que às vezes vejo que não consigo acompanhar os muitos novos profissionais. Pela primeira vez em muitos anos, existe uma comunidade forte de designers noruegueses crescendo rápido.”

Onde você procura novas tendências do design?
“Costumo visitar com frequência a Norway Designs, uma boa loja tradicional, com uma mistura muito bem selecionada de clássicos e de produtos feitos em pequena escala por novos talentos”.

Qual foi a melhor compra que você já fez?
“Bom, acho que foi a cadeira Ekstrem que eu tinha em casa. Essa cadeira, criada em 1972 por Terje Ekstrøm, é um móvel independente projetado a partir de várias associações nunca imaginadas. É uma verdadeira obra-prima da história do norueguês e muito divertida de usar.”

Resumindo, o que podemos esperar do design norueguês?
“Ele, sobretudo, tem a solidez, a funcionalidade e a capacidade de deixar as pessoas se apegarem emocionalmente a ele antes de quebrar.”

A perspectiva de uma designer norueguesa

"Eu acredito que os designers noruegueses exploram bem o conceito de liberdade na elaboração de novos projetos. Mas, comparado aos países vizinhos, carecemos de uma indústria nacional forte que poderia contribuir para a unificação e o destaque do setor."

"Uma vez que vários designers buscam parcerias fora da Noruega, é comum ver cada indivíduo cultivando suas próprias ideias, expressões e qualidades, o que se reflete no mercado variado e rico de design norueguês," comenta a designer Kristine Five Melvær, uma profissional premiada do setor de móveis e design gráfico.

Kristine Five Melvær
Kristine Five Melvær.
Photo: Erik Five Gunnerud

Roupas alegres e impermeáveis com estilo

A Noruega tem muitos designers que trabalham com alta costura. Vários deles são vendidos nas butiques mais importantes de cidades como Nova York, Tóquio e Paris.

A Norwegian Rain e a Swims são marcas que trabalham com roupas impermeáveis chiques e a Holzweiler produz uma coleção singular de cachecóis de caxemira, seda e lã. A importância das estações na Noruega é salientada por uma marca chamada Fall Winter Spring Summer, que produz roupas femininas com uma estética escandinava sem frescuras, que equilibra um lado feminino e masculino das roupas.

Outra marca de roupas femininas, a byTiMo cria roupas inspiradas na moda vintage. Já a Line of Oslo se dedica a roupas confortáveis para mulheres com um estilo de vida agitado.

Além dessas marcas, a Johnnylove, de Trondheim, é outro exemplo das muitas tendências animadoras que estão surgindo fora de Oslo.

Design para a vida

É fácil pensar em móveis ou aparelhos eletrônicos quando alguém menciona a palavra “design”. Entretanto, é cada vez maior o interesse dos grandes centros de estudo, como a Escola de Arquitetura e Design de Oslo, em assegurar que o papel dos designers inclua a solução de problemas da sociedade em geral – tanto no setor público quanto privado.

Como os designers podem trabalhar para reduzir as emissões de carbono, contribuindo para uma sociedade sustentável? Ou construir espaços públicos onde as crianças ainda possam brincar? Um exemplo amplamente discutido ocorreu numa experiência com o Hospital Universitário de Oslo, onde um grupo de designers integrou a equipe de diagnóstico de câncer, num projeto que visou à redução do tempo de espera de 12 semanas para sete dias.

O Instituto de Design da Escola de Arquitetura e Design de Oslo ocupa hoje uma posição de destaque entre as melhores escolas do mundo. Além disso, no Centro Norueguês de Design e Arquitetura (DOGA), você poderá visitar exposições sobre algunas das experiências feitas e participar de eventos e conferências que promovem o bom uso da arquitetura e do design.

A top model Iselin Steiro fala sobre o toque natural norueguês

No clipe da música “The Stars Are Out Tonight”, David Bowie (1947-2016) pediu que Iselin Vollen Steiro fizesse seu papel quando jovem. Desde que sua carreira explodiu em 2003, ela ficou conhecida como top model internacional e apareceu em muitas passarelas, capas de revista e mais. Agora, Iselin está estudando arquitetura e é dona de uma marca de roupas norueguesa, além de manter outras atividades.

Ela cresceu em Harstad, uma cidade costeira colorida do norte da Noruega, é casada com o ator Anders Danielsen Lie e foi considerada um “ícone da indústria” pelo site de avaliação de modelos models.com.

Iselin Vollen Steiro
Iselin Vollen Steiro.
Photo: Dusan Reljin

Qual é a força do design de moda norueguês dentro da tradição escandinava?
“Ele é simples, direto e prático, mas elegante, porque usa materiais tradicionais ricos em história. O design respeita esses materiais sem comprometer a inovação.”

Você acha esse toque natural crucial para a posição que o design norueguês ganhou no mundo?
“Acho que o mundo vê a marca do nosso design como natural e, de certa forma, intocada. Materiais tradicionais como a lã ajudam a fortalecer a Noruega e o resto da Escandinávia como uma marca. A lã tem várias qualidades que muitos materiais de alta qualidade tentam imitar, em termos de transpiração, isolamento e impermeabilidade.”

Iselin Vollen Steiro menciona vários novos profissionais que estão entrando no mercado e expondo seu produtos em lojas ainda mais novas, como a F5, situada na Øvre Slottsgate, n° 5, em Oslo, que só trabalha com roupas norueguesas, a Studio Bazaar, situada no n° 21 da rua Louises Gate. Já a loja de decoração Kollekted, que fica na Rathkes gate, n° 4, tem uma série bem escolhida de móveis e objetos de design. Caso elas não durem muito tempo, existem outras lojas parecidas nos mesmos bairros.

“A identidade local é um bônus para designers de moda que estão escolhendo usar materiais tradicionais”, afirma Iselin, que continua a aceitar alguns trabalhos específicos como modelo e atriz e a ajudar a comunidade da moda a aproveitar oportunidades inéditas.

Símbolos noruegueses antigos e novos

No final dos anos 1960, a Noruega descobriu petróleo no Mar do Norte, o que dificultou um pouco o desenvolvimento de setores como a indústria do design.

No entanto, nos últimos anos, muitos têm trabalhado para mudar essa realidade. Uma exposição de muito sucesso, chamada "Símbolos da Noruega", passou por cidades como Tóquio e Nova York com mais de 500 trabalhos de decoração de alto-nível e móveis produzidos entre 1940 e 1975. Entre os designers representados na exposição, destacam-se Torbjørn Afdal, Grete Prytz Kittelsen, Tone Vigeland, Fredrik Kayser e Sven Ivar Dysthe.

Caso pretenda comprar artigos de design moderno norueguês, você poderá encontrar, entre os produtores mais famosos, marcas como a Northern Lighting, que fabrica abajures inspirados na simplicidade escandinava e no caráter dinâmico da luz natural nórdica.

Muitos trabalhos inovadores aparecem nos artigos em vidro da oficina Hadeland Glassverk, conhecida pela beleza dos produtos feitos artesanalmente e pela tradição de superar limites da produção e do design, apesar de manter o mesmo método de produção há 250 anos.

Hadeland Glassverk
Hadeland Glassverk.
Photo: Hadeland Glassverk

O jornal The New York Times destacou o trabalho de talentosos designers noruegueses em 2015, mencionando o trabalho de Anderssen & Voll, da jovem ceramista Victoria Gunzler e dos designer de móveis Sara Wright Polmar, Hallgeir Homstvedt e Runa Klock.

Embora a maior parte dos famosos designers de produtos seja composta por homens, o número de mulheres que vêm revelando seu talento nesse segmento vem crescendo muito. Confira alguns dos trabalhos assinados por designers como Ingrid AspenKristine Bjaadal e Silje Nesdal.

Your Recently Viewed Pages

Voltar ao topo da página