Dynamic Variation:
Norway Now
Choose Language
Norway Now
This social element is not currently supported on the China site. This warning will not show on the front end.
Search
Tromsø Tromsø
Credits
Tromsø.
Photo: Bjørn Jørgensen - Visitnorway.com
Campaign
Partner

Um carnaval de luzes

As auroras boreais transmitem a sensação de estar à beira do mundo e permitem um raro vislumbre do universo infinito do qual somos apenas uma pequena parte.

Em um nível muito básico, as auroras boreais são um fenômeno simples de explicar. As luzes se ascendem à noite, quando o céu está escuro. É como um balé celestial de luz dançando no céu noturno, como uma paleta de cores (verde, rosa, violeta) que lembra o estilo e a moda da década de 1980. Você poderá ver fotos e vídeos sobre o espetáculo, mas somente aqueles com a sorte de experimentar em primeira-mão podem compreender plenamente a atração divina exercida pelas auroras boreais.

Para os que residem em áreas mais ao norte da Noruega, as auroras boreais já fazem parte da vida, já que iluminam o céu noturno nos ambientes dominados pela neve, montanhas escarpadas e portos. 

Nesta área, as auroras boreais tem sido, e ainda são, uma fonte de inspiração para a arte, mitologia e lendas.

Para outros, como o famoso cientista Neil deGrasse Tyson, o fênomeno das auroras boreais é mais um exemplo único de como a ciência pode ser bela. “É uma coisa curiosa sobre o universo”, diz Tyson, “por trás de uma das cenas mais impressionantes da Natureza, reside alguns dos mais desafiadores problemas da física”.

Tromsø
Tromsø
Konrad Konieczny / www.nordnorge.com / Tromsø
Northern Lights, Kautokeino in Finnmark
Kautokeino
Terje Rakke/Nordic Life - Visitnorway.com
Northern Lights, Vesterålen
Vesterålen
Øystein Lunde Ingvaldsen / www.nordnorge.com / Bø
Northern Lights, Karlsøy
Karlsøy
Gaute Bruvik / www.nordnorge.com / Karlsøy

Quando e onde? Não há uma resposta exata, mas...

É extremamente comum dizer que a região Norte da Noruega são um dos melhores lugares do mundo para observar as auroras boreais. Na realidade, tal informação é uma verdade parcial, uma vez que as luzes também podem ser observadas em outras localidades fora da Noruega.

Mesmo assim, vale a pena defender a tese de que o Norte da Noruega encontra-se entre os mais confortáveis e interessantes lugares para observar as auroras boreais, onde vivem centenas de milhares de pessoas numa enorme área geográfica, oferecendo uma variedade de hotéis e atividades únicas.

O cinto das auroras boreias cobre o norte da Noruega nas Ilhas Lofoten (embora as luzes tenham sido vistas com maior frequência em Trøndelag nos últimos anos), e segue por toda a extensão do litoral até o Cabo Norte e além. A qualidade dos avistamentos não depende muito do lugar ­ você poderá observar as mesmas auroras boreais em Lofoten ou em Tromsø, a 500 quilômetros mais ao norte, a partir de um ângulo diferente.

É importante lembrar que a aurora tem ares de diva, e o show só começa quando ela decide que o momento é a hora certa. Paciência é uma virtude, sobretudo na busca pelas luzes do norte. Saiba como mazimizar as suas chances de observar as auroras boreais: As luzes são mais frequentes no final do outono inverno/início da primavera. Entre o final de setembro e início de março, a escuridão nos céus se prolonga pelo período compreendido entre: 18:00 - 01:00, quando você encontra maiores chances de observação.

Entretanto, tenha em mente a dica anterior sobre o comportamento de diva. As auroras boreais preferem quando o clima está frio e seco, o que ocorre normalmente em dezembro. Muitos defendem a tese de que climas mais secos e que proporcionam céus mais claros estão no interior. No entanto, isso nem sempre é verdade.

Os fortes ventos do Leste, fazem com que os céus em áreas costeiras estejam mais limpos. Para capturar o melhor do espetáculo você deverá evitar a lua cheia e lugares com muita luz artificial, que compromotem a nitidez do fenômeno.

Instale o aplicativo Norway Lights gratuitamente e comece a explorar. O aplicativo informa quando e onde você deverá buscar as auroras boreais.

iPhone: Baixe Norway Lights para iOS
​Android: Baixe Norway Lights para Android
Windows: Baixe Norway Lights para Windows

Noruega, o cenário das auroras boreais

Nos confins do Extremo Norte, há um lugar o qual trolls e reis das montanhas chamam de lar. Este é também o lar de Ibsen, Nansen e Grieg, bem como o cenário das auroras boreais.

Uma interessante ilustração de como ocorrem as auroras boreais

Luzes, câmera ... ação!

Não é preciso preocupar-se com muitos equipamentos para fotografar as auroras boreais, mas existem alguns acessórios que são essenciais.

  1. Baterias sobressalentes: O frio rapidamente consome as baterias e, por esta razão, lembre-se de trazer algumas baterias adicionais e guarde-as em seu bolso, em contato com o seu corpo, até que seu uso seja necessário.
  2. Câmera: Uma câmera com lentes intercambiáveisé a melhor opção mas, em princípio, qualquer câmera pode ser utilizada. Quanto maior e mais moderno o sensor de imagem da câmera, menor a ocorrência de granulação nas imagens.
  3. Disparador automático: Um cabo disparador compatível com sua câmera tem valor fundamental em reduzir a vibração. Ele pode ser utilizado conjuntamente ou em substituição do timer de disparo comum na maioria das câmeras de hoje em dia. Caso você não tenha um disparador automático, utilize o timer de disparo.
  4. Tripé resistente: Evita imagens borradas com o movimento da câmera. Uma boa cabeça que permita ajustes independentes de cada eixo é o melhor recurso. Se o seu tripé é instável, tente pendurar algo pesado na coluna do centro.
  5. Lentes: Uma lente grande-angular é a melhor, preferivelmente com um uma distância focal entre 10 e 24 mm e uma abertura máxima de f/2.8 (embora f/3.5 permita algum resultado). Ajuste manual de foco é essencial.

A ciência e os mitos por trás das auroras boreais

A ciência por trás das auroras boreais é normalmente explicada por físicos com especialidade em magnetoidrodinâmica e, francamente, penetra em campos do conhecimento que vão bem além do entendimento da maioria das pessoas.

Entretando de uma coisa todos nós entendemos: Devemos agradecer ao sol por tudo, inclusive pelas auroras boreais. No decorrer de grandes explosões solares e labaredas, imensas quantidades de partículas são lançadas pelo sol nas produndezas do espaço.

Então, o assunto torna-se um pouco mais complicado e exige um pouco mais de paciência: Quando estas partículas encontram o escudo magnético da Terra, são levadas ao ponto que circunda o polo magnético Norte onde entram em contato com as camadas mais altas da atmosfera.  A energia desprendida no processo constitui as auroras boreais. Tudo isso acontece a uma distância de aproximadamente 100 quilômetros sobre nossas cabeças.

Não é surpresa o fato de que as auroras boreais tenham dado origem a tantas lendas. Símbolos ligados às auroras boreais podem ser encontrados no tambor xamânico dos Sami. O fenômeno recebeu diversos nomes na língua Sami. É referido, por exemplo, como Guovssahas, que significa "a luz que pode ser ouvida". Bem poético, não é verdade?

Durante a Era Viking, as auroras boreais eram referidas como a armadura das guerreiras virgens Valquírias, derramando uma estranha luz tremulante. Ah, os vikings e suas guerreiras virgens...

Buscando as auroras boreias com os Sami

Acompanhe o ator David Spinx em sua jornada pela Lapônia norueguesa e testemunhe suas aventuras provando carne de rena e a procura pelas auroras boreais.

#norwaylights no Instagram
This social element is not currently supported on the China site. This warning will not show on the front end.

Leia mais

Your Recently Viewed Pages
Ad
Ad
Ad